remedio para impotencia masculina

remedio para impotencia masculina que faz do Homem um Touro

 

Impotência sexual: o que é, o que causa e como tratar.

A disfunção erétil nunca vem sozinha. Ela é um sintoma de que algo não está em perfeito funcionamento no corpo ou na mente do homem. Pode ser apenas excesso de trabalho, por exemplo. Mas também pode significar uma doença que ainda não foi diagnosticada.

A verdade é que a qualidade da ereção diz muito sobre a saúde e o estilo de vida. Confira abaixo as principais dúvidas sobre a impotência sexual.        remedio para impotencia masculina que faz do Homem um Touro

O que causa a disfunção erétil?

A impotência sexual é desencadeada por fatores físicos e psicológicos. Nos casos mais severos costuma ser a soma dos dois fatores, o agrava o problema.

Entre as causas físicas ou orgânicas estão: problemas vasculares e circulatórios, intervenções cirúrgicas na região pélvica, doenças nervosas, doenças crônicas (diabetes, hipertensão, insuficiência renal), desequilíbrios hormonais (queda da taxa de testosterona), efeitos colaterais de remédios, colesterol alto, excesso de álcool e tabagismo.

Quando a cabeça de cima não está bem, a de baixo também pode falhar. Entre as causas psicológicas estão a depressão, ansiedade, estresse, cansaço, sensação de culpa, timidez, baixa autoestima, conflitos de identidade sexual.

Qual médico procurar em caso de impotência?

O urologista é o profissional especializado em saúde sexual masculina. Além da disfunção erétil, o urologista pode tratar de outras disfunções sexuais, como a perda da libido, ejaculação precoce, ou retardada e incapacidade de ejacular.

Quais os tratamentos mais usados para impotência?

Os mais comuns são o uso de comprimidos por via oral e injeções no pênis contendo vasodilatadores antes da relação sexual. Estima-se que os remédios resolvam até 70% dos casos. Quando não há reação, uma alternativa é o uso da prótese peniana. Já nos casos em que a disfunção ocorre por questões emocionais, o melhor a ser feito é procurar a ajuda de um psicólogo ou psiquiatra.

Agulhas para vencer a disfunção sexual?

Um dos tratamentos alternativos que costuma ser mais eficaz é a acupuntura. Quando a disfunção erétil tem causa não orgânica, os resultados positivos chegam a 60% dos casos. “As disfunções eréteis, como ejaculação precoce, impotência ou até mesmo semi-impotência, têm grande fundo emocional que, muitas vezes, tem origem intrauterina”, afirma o médico acupunturista e professor da Unifesp Ysao Yamamura. São necessárias de 20 a 50 sessões para que o resultado apareça.          remedio para impotencia masculina que faz do Homem um Touro

Impotência é coisa de velho?

No imaginário popular, a idade é o principal fator de risco que provoca a disfunção erétil. Mas não é bem assim. É perfeitamente possível que um homem de 65 anos, saudável, com alimentação equilibrada, que pratica exercícios físicos regulares e sem histórico de doenças crônicas, tenha mais “potência” que outro de 40 anos, fumante, diabético e hipertenso.

Jovens podem ficar impotentes?

Na maioria das vezes, quando os homens abaixo de 40 anos apresentam sinais de disfunção erétil, as causas estão relacionadas à fatores emocionais e psicológicos, como ansiedade e stress. Uma pesquisa do Instituto H. Ellis (que estuda a sexualidade) mostrou que 7% dos jovens com idade média de 23 anos tiveram alguma dificuldade de ereção na primeira relação ou com uma nova parceira.

Cigarro causa impotência?

Eis mais um motivo para parar de fumar: o cigarro é um dos fatores que mais causam problemas cardiovasculares e a consequente obstrução das artérias. Com o passar dos anos, há risco de menos sangue ser levado até os corpos cavernosos do pênis do fumante. Sem esse fluxo contínuo, a ereção não ocorre de forma satisfatória.

Obesidade provoca queda da libido?

Engordar também não é um bom negócio para manter a potência sexual. O paciente obeso pode apresentar várias disfunções sexuais, entre elas a impotência. Os homens com circunferência abdominal acima de 94 cm tiveram mais dificuldade de ereção, segundo pesquisas recentes publicadas no renomado Central European Journal of Urology. Problemas vasculares, diabetes, hipertensão e redução dos níveis de testosterona estão entre as principais causas de disfunção erétil entre obesos.

 

Xtrasize – Veja aqui como Tomar, Onde Comprar

SAIBA MAIS E CLIQUE AQUI

 

O Xtrasize funciona na obtenção de ereções prazerosas porque a sua composição atua, principalmente, na qualidade dos corpos cavernosos do pênis. Essas estruturas devem estar cheias de sangue para inchar e, assim, proporcionar a ereção. Quanto mais inchadas estiverem, maior será a potência da sua ereção e o desempenho na cama.

Para a sua felicidade, é justamente isso o que o suplemento Xtrasize garante, que os corpos cavernosos tenham um grande fluxo de sangue, por meio da irrigação sanguínea adequada. Coisa que o popular Viagra também faz, a diferença, é que com a fórmula 100% natural você não terá efeitos colaterais – e nem temerá com riscos cardíacos.

Outro diferencial do produto é que ele também age no equilíbrio hormonal, outro fator essencial para promover o apetite sexual.

Assunto Relacionados:

Checkout – Leve 1 Pote de Xtrasize Original

Checkout – Leve 3 Xtrasize pela Metade do Preço

Checkout – Leve 5 Xtrasize com Maximo de Desconto

Advertorial Grande e Forte

Advertorial Ator Impotencia

Advertorial Capsulas contra Impotencia

Advertorial Melhor que Viagra

Advertorial Viagra Natural chega ao Brasil

Advertorial Segredo dos Atores Pornô

XTRASIZE FUNCIONA MESMO?

Sim, o Xtrasize funciona porque possui em sua composição ingredientes que, segundo pesquisas científicas, ajudam mesmo no aumento do apedido sexual ou que atuam no estímulo de ereções duradouras e orgasmos intensos.

Para resumir a história para você, o fato é que o Xtrasize alia ingredientes naturais, verdadeiras obras-primas, que servem como um tratamento coadjuvante para o ganho de desempenho sexual masculino.

Espera… então quer dizer que ele não funciona sozinho? Não é isso. O Xtrasize funciona sozinho sim, mas é preciso também que o homem esteja em condições apropriadas. Afinal, já imaginou tentar partir para a hora H depois do enterro de uma amigo? Seu emocional pode estar tão abalado que de nada adiantará estar com os hormônios da testosterona regulados e os corpos cavernosos tinido saúde, entende?

Portanto, se você está a procura de uma fórmula que vai te ajudar a aumentar o tamanho do seu pênis, garantirá mais apetite sexual e confiança para conquistar as mulheres na cama, então vale a pena comprar o Xtrasize e tirar a prova.        remedio para impotencia masculina que faz do Homem um Touro

 

XTRASIZE AUMENTA O TAMANHO DO PÊNIS?

Se você já foi impactado por alguma propaganda do Xtrasize sabe que uma das promessas do produto é aumentar o tamanho do seu amigão. Por mais bizarro que isso pareça, a fórmula realmente vai te ajudar a ganhar mais volume.

Ou seja, ao tomar Xtrasize o seu pênis vai ficar mais grosso porque se inchará de sangue como nunca. Em alguns casos, esse efeito também pode aumentar um pouco os centímetros do pênis ereto. Mas é melhor não ficar na expectativa.

Mas não se entristeça, pois segundo pesquisas do British Journal of Urology as mulheres preferem pênis mais grossos do que compridos. Outra pequisa, da Brook McFadden, ajuda a entender o porquê da preferência.

O que acontece é que a vagina possui cerca de 9,6 centímetros de comprimento, portanto, qualquer pênis que ultrapasse essa medida só ficará de fora, e ainda poderá provocar dores na mulher durante a penetração.

Em suma, os efeitos do Xtrasize te ajudarão a entrar nos conformes do que elas preferem. Eaí, está disposto a fazer essa tentativa?

 

QUANTO TEMPO LEVA PARA FAZER EFEITO?

remedio para impotencia masculina que faz do Homem um Touro

Mais uma vantagem do Xtrasize é que o efeito dele não acaba repentinamente, pois é feito à base de ingredientes naturais. Sendo assim, os primeiros efeitos poderão ser sentidos ainda na primeira semana e irão se intensificando ao longo do tratamento.

O tempo médio de tratamento recomendado é o de três meses contínuo.Segundo depoimentos de quem já usou e recomendações da própria bula – esse prazo é o suficiente para ter um melhor desempenho sexual.

 

COMPOSIÇÃO DO XTRASIZE

A composição do Xtrasize é o verdadeiro segredo da eficácia do produto. Abaixo, você confere quais são os ingredientes utilizados e como cada um deles beneficia o seu organismo:

Soluanumessiliflorum: popularmente conhecido como tomate de índio. Essa planta trata-se de um arbusto comum na Amazônia, sendo que os seus compostos atuam na circulação sanguínea, a fim de melhorá-la. Além disso, ela também age aumentando os níveis do hormônio testosterona, sendo que ele tem papel importante na potência da ereção;

Theobromacacao: essa planta é altamente energética, além de contar com uma grande variedade de antioxidantes, que são substâncias com inúmeras propriedades. Entre elas, promover a regeneração celular, isto é ajudando na produção de novas células, que por sua vez, formarão novos tecidos mais resistentes. Ou seja, aspectos necessários para fazer com que o corpo cavernoso do pênis se torne maior e trabalhe de maneira mais eficiente;

Paullínea Cupana ou Guaraná: uma planta amplamente usada como estimulante sexual, devido seu poder de afrodisíaco natural, sobretudo no Brasil. Vários suplementos sexuais se beneficiam desse ingrediente para estimular o apetite sexual tanto em homens quanto em mulheres;
Euterpe Olarecea (açai): Além de melhorar o sistema circulatório e expandir o corpo cavernoso do pênis, essa planta garante total saúde para o organismo, pois é muito nutritiva. Assim, menores serão as chances de você se deixar vencer pelo cansaço do dia a dia, garantindo atos de prazer mesmo nos dias mais cansativos!

 

BENEFÍCIOS DO XTRASIZE.

Como você pode ver, os benefícios do Xtrasize são muitos. Mas se você quer saber tim tim por tim tim o que essa fórmula irá proporcionar para a sua saúde, então estão listados aí em baixo todos os efeitos comprovados da composição desse suplemento sexual:

➧ Melhora a irrigação sanguínea dos corpos cavernosos;
➧ Garante ereções mais duradoras;
➧ Promete orgasmos mais intensos;
➧ Aumenta o apetite sexual (libido);
➧ Melhora a autoestima;
➧ Aumenta ligeiramente o tamanho do pênis;
➧ Aumenta a disposição;
➧ Melhora a circulação sanguínea, prevenindo doenças cardiovasculares;
➧ Fortalece o sistema imunológico, prevenindo gripes e resfriados;
➧ Alivia a ansiedade e a sensação de stress;
➧ Trata a ejaculação precoce;
➧ Trata a impotência sexual e outras disfunções eréteis relacionadas.

 

Disfunção Erétil

A disfunção erétil (DE), também chamada de impotência sexual, é a dificuldade de manter a ereção peniana, em pelo menos 50% das tentativas, por tempo suficiente para permitir a penetração vaginal e a satisfação sexual. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), cerca de 50% dos homens brasileiros acima de 40 anos têm alguma queixa em relação às ereções.

Um dos estudos mais respeitados sobre o tema, o Massachusetts Male Aging Study, realizado com 1.290 homens entre 40 e 70 anos idade nos Estados Unidos, demonstrou que 52% deles apresentavam certo grau de disfunção e que 10% tinham total ausência de ereção.

A DE ocorre devido a um desequilíbrio entre a contração e o relaxamento da musculatura lisa do corpo cavernoso. A ereção é o resultado de um trabalho conjunto do sistema nervoso vascular e hormonal. As células das artérias penianas recebem a mensagem para relaxar o tecido muscular, propiciando aumento no fluxo sanguíneo e, assim, inchando o órgão.        remedio para impotencia masculina que faz do Homem um Touro

As causas da DE variam e podem ser relacionadas a motivos psicológicos, orgânicos ou ambos os casos.

Sintomas.

Muitos acreditam que a disfunção sexual só acontece em homens que estão na terceira idade (acima de 60 anos). Mas alguns jovens também podem desenvolver o problema. Fique atento aos sinais e procure um médico se detectar algum deles:

➧ Redução do tamanho e da rigidez peniana
➧ Incapacidade de obter e manter a ereção
➧ Redução dos pelos corporais
➧ Atrofia ou ausência testicular
➧ Pênis deformado
➧ Doença vascular periférica (causa o estreitamento e endurecimento das artérias que transportam o sangue para os membros inferiores do corpo)
➧ Neuropatia (distúrbio das funções do sistema nervoso)

Fatores de risco:

A disfunção erétil (DE) pode aparecer em qualquer idade, mas alguns fatores contribuem para o seu surgimento. Veja quais são eles e busque ajuda profissional para voltar a ter uma vida sexual ativa e saudável:

Álcool: quantidades exageradas de álcool ou consumo a longo prazo estão ligadas a problemas de ereção. A desidratação causada no organismo prejudica a circulação na região íntima.
Distúrbios psicológicos: o problema pode começar num dia qualquer em que, por causa da ansiedade, o homem não conseguiu ter a ereção. Se não controlar o medo de sofrer impotência nas próximas oportunidades, a cobrança se torna cada vez maior, o que atrapalha ainda mais o desempenho sexual.
Doenças hormonais: o diabetes pode estar associado à DE porque altera o fluxo de sangue e não há fluxo suficiente para o tecido erétil. Além disso, a queda de testosterona pode impedir uma relação sexual satisfatória.
Doenças neurológicas: lesões na medula, Alzheimer e Parkinson podem impedir que homem tenha ereções.
Doenças vasculares: causam entupimento nas artérias e veias, o que pode prejudicar a chegada de sangue ao pênis.
Medicamentos: o uso de remédios para controlar a pressão alta (hipertensão) pode afetar a ereção como efeito colateral.
Tabagismo: fumar afeta o sistema vascular do corpo e os músculos das paredes das veias e das artérias, alterando a qualidade da circulação sanguínea do corpo. O uso do tabaco aumenta a formação de placas nas artérias, o que dificulta a ereção.

 

Prevenção.

A prevenção da disfunção erétil pode ser de duas formas:

Causa psíquica: a educação dos meninos pela família e escola deve garantir a autocon?ança e autoestima, combatendo mitos, tabus, preconceitos ou ideias errôneas a respeito da sexualidade.

Causa física: bons hábitos devem ser mantidos, como praticar atividade física com regularidade, dormir bem, ter uma alimentação balanceada, evitar bebidas alcoólicas e cigarro e controlar diabetes. Além disso, é importante evitar traumas na região para não comprometer as ereções.

Tratamento.

O tratamento da disfunção erétil varia de acordo com a causa e o estilo de vida do paciente. Após o diagnóstico e a análise clínica, há vários recursos terapêuticos que podem ser utilizados, como:

Injeções intra-cavernosas: agem cerca de 15 minutos após a aplicação e não é necessário qualquer estímulo para que o homem tenha a ereção. A substância injetada estimula a circulação e promove a dilatação das artérias no local, o que aumenta o fluxo sanguíneo no pênis levando à ereção. A duração varia conforme a quantidade injetada.

Medicamentos orais: geralmente, são a primeira opção terapêutica, desde que o paciente não apresente lesões nas artérias do pênis. Essas substâncias melhoram o fluxo sanguíneo para o órgão, o que favorece a ereção. Elas devem ser ingeridas com estômago não muito cheio, por volta de uma a duas horas antes da relação sexual, e variam quanto ao tempo de ação e potência máxima.

Prótese peniana: é um tratamento mais complexo, pois se trata de uma cirurgia. O médico introduz uma haste metálica envolvida em silicone no pênis do paciente, o que faz com que ele fique ereto o suficiente para a penetração. A intervenção dura cerca uma hora e a vida sexual pode voltar ao normal após um mês.

Terapia: se houver algum bloqueio psicológico, um terapeuta com formação em sexologia poderá ser indicado. Conversar com um especialista pode ser útil para mudar a forma de se relacionar com a parceira e as cobranças.

Diagnóstico.

Para ter o tratamento correto da disfunção erétil, o diagnóstico precoce é fundamental. Ao consultar um urologista, ele poderá solicitar um teste de intumescência peniana noturna que deverá ser realizado com ajuda de equipamentos específicos. O aparelho mede a ereção do homem enquanto ele dorme.

O equipamento possui dois anéis conectados a eletrodos, colocados em volta do pênis, que analisam a qualidade das ereções noturnas. Se as ereções espontâneas forem satisfatórias, significa que o sangue chega ao pênis.

Além disso, o ecodoppler peniano pode ser utilizado para medir o fluxo arterial e identificar eventuais obstruções arteriais penianas. Há também as injeções intracavernosas (dentro do corpo cavernoso do pênis) que aumentam o fluxo sanguíneo das artérias, diminuem o calibre das veias e relaxam a musculatura local, produzindo a ereção.

 

Deixe uma resposta